terça-feira, 6 de junho de 2017

POR ORDEM DO COMANDO, POLICIAIS MILITARES FICARÃO DESARMADOS NO TOCANTINS, QUANDO ESTIVEREM DE FOLGA.

O cumprimento de uma ordem superior fará com que todos os policiais militares fiquem desarmados quando estiverem de folga.

A determinação partiu do Comando Geral da PM, que exigiu que todos os policiais militares que estiveram de posse de armas acauteladas as devolvessem imediatamente em seus quarteis.

A medida é mais uma ação que preocupa os membros da principal instituição de segurança no Estado. De acordo com um integrante de um dos sindicatos que representam a classe, quem agora vai ficar preocupado com a falta de segurança é o próprio policial militar.

“Nossa missão é garantir a segurança imediata da comunidade, e isso significa que lidamos diretamente com os criminosos. Como ficará nossa segurança e a segurança de nossas famílias a partir de agora?” questionou o representante.

Como exemplo, o sindicalista citou o fato de um policial que é lotado no 8º Batalhão da Polícia Militar de Paraíso, mas que presta serviço na cidade de Pium. Assim que terminar seu turno, ele terá que devolver a arma ao Comando local e ir pra casa, ou até para o próprio trabalho, desarmado.

A posse de arma acautelada é uma forma velada de o Policial Militar manter em sua responsabilidade uma arma pertencente ao Estado, mas que também é utilizada para sua própria segurança. Outra situação, é que o PM pode agir em caso de flagrante, mesmo estando de folga.

A devolução das armas acauteladas obrigará os policiais a ter que comprar uma arma para garantir sua própria segurança. Apesar de ter porte de arma garantida em Lei, a partir de agora, o PM do Tocantins que comprar sua arma particular terá que registrá-la perante a Justiça. Caso contrário, ele também estaria infringindo a Lei.

“É mais uma situação que nos deixa constrangidos porque não sabemos o que pode acontecer daqui pra frente. A única certeza que temos é que, desarmado, o policial militar fica à mercê dos criminosos” reclamou o representante da classe militar no Tocantins.

A portaria que determina a devolução das armas seria antiga e não estaria sendo cumprida. Pelo menos no Batalhão de Paraíso elas já estão sendo recolhidas desde a semana passada.

Fonte: Agência Tocantins

Nenhum comentário:

Postar um comentário