sexta-feira, 28 de abril de 2017

O dia em que São Luís parou: 100% da frota de ônibus recolhidos nas garagens


Embora a Justiça Regional do Trabalho tenha garantido que 60% dos ônibus estariam circulando na capital, desde às zero hora nenhum coletivo era visto nas ruas de São Luís. A cidade praticamente parou. Desde cedo da madrugada era possível acompanhar as movimentações de sindicalistas e trabalhadores fazendo barricadas para impedir a ida e vinda das pessoas em pontos estratégicos da capital.

A paralisação nacional é um protesto contra as reformas da previdência, trabalhista, terceirizações e outras reivindicações. Nas imagens abaixo a gente observa que muitas pessoas saíram de suas casas andando para chegar ao trabalho, assim como diversas outras caminhavam para os pontos onde estão acontecendo as concentrações.

Neste primeiro balanço da greve em São Luís, o blog inorma que as entradas e saídas da capital estão interditadas, a partir do km 01 até a cidade de Bacabeira, por do Itaqui na entrada também ocupado, na área Itaqui/Bacanga ninguém entra e nem sai, o aeroporto parcialmente ocupado, os bancos estão fechados, alguns comércios se arriscaram e abriram as portas e apenas algumas escolas particulares funcionam no dia de hoje.

Acompanhe aqui no blog toda a movimentação no Maranhão sobre essa dia de paralisação geral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário