quinta-feira, 2 de março de 2017

Em desespero, Pai tenta matar o próprio filho na cidade de Balsas

Em momentos de desespero no município de Balsas, a vida de duas crianças foram postas em risco por atitudes do próprio pai. Laureano Santos de Sousa (26 anos) queria  matar seu filho de 2 anos, jogando-o de uma ponte sobre o Rio Cachoeira, e depois suicidar-se.

A tentativa foi frustrada pelo próprio irmão de Laureano, que conseguiu pegar a criança quando os dois já estavam na ponte. Não satisfeito, o homem foi até a sua casa e pegou uma peixeira, colocando contra o pescoço do outro filho, de 5 anos, pedindo que lhe entregassem o outro filho que foi tomado pelo tio.

Segundo informações da Polícia Militar, Laureano é pedreiro, mas estava desempregado e queria a guarda dos filhos, que segundo ele não eram bem cuidados pela mãe, que saía para festas deixando as crianças sozinhas. Ele disse que não tinha dinheiro para dar alimentar os filhos.

A situação só foi acalmada após intensa negociação com os PMs, que deram 150 reais para ele comprar mantimentos aos filhos, e prometeram que conseguiriam um emprego de lavador de viaturas no quartel, tudo no sentido de convencê-lo a libertar a criança e soltar a faca. Com as negociações, Laureano hesitou e os PMs o desarmaram.

Ainda segundo a PM de Balsas, a ação aparentou um momento de desespero do próprio Laureano, que em certos momentos beijava o filho e em outros se mostrava transtornado. Ele levava a faca à garganta do filho, que chorava bastante e pedia ao pai para deixar ele ir para fora da casa. Ele disse que já tinha ido ao Conselho tutelar e na delegacia, mas nunca foi resolvido nada sobre a guarda das crianças. Não sabendo procurar outros meios legais, ele acabou tomando as ações em momento de desesperança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário