quinta-feira, 30 de março de 2017

ABANDONO DA EDUCAÇÃO! PREFEITO DE SÃO LUIS NÃO ASSUME, JOGA CONTRA O PATRIMÔNIO E CULPA DEUS POR DESABAMENTO EM ESCOLA

o prefeito de São Luís, gente, culpou adivinha quem pela quase tragédia ocorrida na escola municipal UEB Darcy Ribeiro, do bairro Sacavém, na última segunda-feira (27/03)? A chuva (dádiva de Deus). Exatamente isso! Edivaldo Holanda Jr disse que a chuva forte que tem caído na cidade foi a principal causadora do desabamento do teto da escola em cima de 30 crianças e uma professora que estavam na sala de aula em horário de atividade, momento do ocorrido.

Assim é muito fácil Edivaldo justificar a sua inércia com a educação desde sua primeira gestão. Os demais colégios municipais vivem praticamente o mesmo dilema, sucateadas, sem as mínimas condições estruturais para funcionar, oferecendo o mínimo de segurança e dignidade aos alunos e professores.

Este blog, inclusive tem denunciado irregularidades em outras UEBs, como recentemente falamos da Ronald Carvalho, na Divineia que teve as aulas suspensas desde o ano passado para uma reforma de período eleitoral, atrasando danosamente o calendário escolar e a vida acadêmica dos estudantes. Agora a Secretaria de Educação (SEMED) obrigou os alunos a retornarem com os mesmos problemas porque os trabalhos de reparos na estrutura do prédio nunca avançaram. Essa mesma unidade também tem um retrospecto parecido com a Darcy Ribeiro. Já houve desabamento do forro numa sala, foi atacada por marginais, tem estrutura precária e obras esquecidas pela administração do Município.

Se no discurso o governo holandista insiste em descer “goela adentro” da opinião pública que tudo vai muito bem obrigado, de que está cuidando das nossas crianças e melhorando a educação delas, na prática, por falta de manutenção regular da prefeitura, a grande maioria das escolas da rede municipal, funcionam como armadilhas, pois de alguma forma colocam em risco a vida de crianças, sem falar em absurdos que ocorrem nessas unidades, como falta de merenda escolar, falta de água, falta de material escolar, falta de professor, falta de aula, insegurança etc etc etc.

Aliás, o prefeito Edivaldo esteve no local do acidente junto com sua comitiva no mesmo dia do ocorrido (como vemos na imagem), mas parece que essa visita na calada da noite não passou de uma jogada de marketing de seus assessores pra fazer aquelas fotos tradicionais pra divulgação e dizer na mídia que tomará urgentemente as devidas providências, como o fez. Mas que providências, Senhor Prefeito? Será a mesma, por exemplo que tomou quando o dito colégio foi atacado por bandidos, que tocaram fogo em uma sala antes das eleições do ano passado? A sala em questão foi isolada e até hoje está do mesmo jeito, abandonada e sem previsão de voltar a funcionar. Então vão improvisar um espaço mais indigno ainda pra jogar essas crianças dentro como lixo e esperar que tudo caia no esquecimento até que ocorra outro fato desta natureza?

O desabamento do teto da Darcy Ribeiro prova que a Educação de São Luís está mesmo um verdadeiro caos e a prefeitura fazendo pouco caso disso. Felizmente, não houve uma tragédia, mas nas condições precárias e vulneráveis que tantos outros prédios escolares da cidade se encontram, não se pode esperar a mesma sorte que tiveram aqueles alunos e a professora, que saíram apenas com algumas escoriações. Mas a tragédia é psicológica em crianças que já sofrem humilhações no dia a dia para estudar e ser alguém na vida e agora serão ainda mais desmotivadas a estarem em sala de aula. Educadores que têm sido hostilizados por uma gestão perversa e covarde com a categoria também estão assustados, pois não sabem se serão as próximas vítimas. Pais estão sem sossego, pois podem receber há qualquer hora uma notícia trágica dos filhos dentro de uma UEB.

Permitir que escolas se tornem uma ameaça iminente a comunidade escolar se constitui num desrespeito do prefeito que viola os direitos da criança e do adolescente a uma educação digna. Culpar a chuva por consequências da inoperância de sua trágica administração, trata-se de uma atitude cavalar da mais alta ignorância de Edivaldo contra o próprio Deus (dono da chuva), ou seja, é jogar contra o próprio patrimônio, pois trata-se do ser supremo que ele diz servir. A propósito, quantas vezes mais ainda agirá com tal atitude?

Mas Culpar Deus, o criador é muito fácil, né seu Edivaldo? Afinal ele não liga pra isso, perdoa sempre! Agora queremos ver é o prefeito zelar do bem público que gere, fazendo a manutenção devida, preparando os prédios escolares para receber o período chuvoso e as adversidades do tempo, garantindo assim o mínimo de segurança e respeito à vida humana, evitando que ocorram situações imperdoáveis pelo homem.

Agora cá pra nós, se o prefeito Edivaldo Holanda Jr não tem tido sequer, o zelo devido pela educação para manter escolas em condições minimamente dignas, como vai cumprir sua promessa de campanha que colocaria ar-condicionado em todas os colégios da rede municipal durante este mandato? Responde ai, Feitosa!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário